Home | Listagem | Notícias | Quem Somos| Crie sua conta | Fale Conosco  

 

 

Login
E-mail:
Senha:
 
Esqueceu a senha? Clique aqui



 Blog do Receitas Web

 Página Inicial


Digite o que você procura.
exemp.: bolo, sobremesa, carne, etc.


  Bebidas
     Diversas (10)
     Drinks (23)
     Sucos (0)

  Carnes
     Aves (3)
     Bifes (13)
     Cabritos e Carneiros (17)
     Carnes (22)
     Coelho (30)
     Diversos (0)
     Gado (8)
     Porco (11)

  Crianças
     Lanches para Escola (12)
     Receitas para cozinhar com as crianças (12)

  Datas Especiais
     Dia das Mães (4)
     Dia dos Namorados (11)
     Festa Junina e Julina (3)
     Receitas de Carnaval (1)
     Receitas de Verão (1)
     Receitas para o Dia dos Pais (5)

  Diversos
     Antepastos (10)
     Diversos (14)
     Entradas Especiais (46)
     Molhos (45)
     Saladas (27)

  Doces
     Bolos (38)
     Diversos (1)
     Nordestinos (18)
     Sobremesas (42)
     Sorvetes (30)
     Tortas (0)

  Massas
     Com aves (5)
     Diversos (26)
     Pizzas (29)

  Peixes
     Bacalhau (17)
     Diversos (96)
     Salmão (21)

  Pizza
     Massa de Pizza (15)
     Recheio de Pizza (2)

  Pratos Típicos
     Cozinha Arabe (95)
     Cozinha Baiana (52)

  Receitas Bolo
     Receitas de Bolo de Cenoura (10)
     Receitas de Bolos Diversas (2)
     Recheio de Bolo (6)

  Receitas de Natal
     Receitas de Natal (19)
     Videos de Receitas de Natal (12)

  Receitas de Páscoa
     Receitas de Bacalhau (1)
     Receitas de Páscoa em Vídeo (9)

  Receitas em Videos
     Massas (1)
     Programas de Tv (3)

  Receitas Fáceis
     Receitas Fáceis Doce (9)

  Receitas Saudaveis
     Lanches com menos de 100 kcal (1)
     Receitas com cascas, talos, folhas e sementes (11)

 

 

 

 

Ovas de peixe


Ovas de peixe
Um simples ovo quente ganha sabor especial quando se adiciona um pouco de ovas de peixe. Sem contar a agradável textura e a beleza.


Receitas, texto e fotos: C2 Editora e Serviços Nutricionais Ltda.



As ovas de peixes de água salgada ou doce têm um sabor característico e bem marcante e são utilizadas na cozinha com um bom resultado. As mais conhecidas são as ovas de esturjão, de salmão, de bacalhau, de peixe-voador, de tainha e de mujol. As do esturjão, o famoso caviar, são as mais cobiçadas no mercado. As ovas são encontradas normalmente em conserva ou frescas. Já as de bacalhau e de tainha são também defumadas. Tê-las na geladeira é uma ótima opção para entradas ou para finalizar pratos.

Ovas de bacalhau
Originárias da Dinamarca e da Islândia, são encontradas frescas ou defumadas e são as mais comuns e as menos nobres entre as ovas. Possuem sabor delicado, cor escura e são levemente brilhantes. As de cores claras são menos apreciadas e seu sabor é mais suave. Preparadas com arroz ou nos peixes ensopados, dão resultados excelentes.

Ovas de esturjão ou caviar
Um dos sinônimos para caviar é sofisticação. Tratase de uma das especialidades gastronômicas mais admiradas. Servido simplesmente com torradas ou 38 – Menu – edição 107/2007 blinis, pode ser acompanhado de uma boa vodca bem gelada ou champanhe. O caviar é obtido de ovas do peixe esturjão, nativo das águas geladas do Mar Cáspio e do Mar Negro, na Rússia. Era a comida preferida dos czares e atualmente virou artigo de luxo pela sua escassez. As ovas são retiradas do animal, ainda vivo, e depois lavadas. O beluga é o maior esturjão e chega a viver 100 anos. E dele é obtida a maior quantidade de caviar. Para preservar o esturjão, a Organização das Nações Unidas fixou cotas de exportação para seus produtores, que são a Rússia e o Irã. Em alguns países do mundo a sua importação está proibida para proteger um dos animais mais antigos da terra. Além da Rússia e do Irã, o Uruguai também comercializa ovas (osetra) com a criação de esturjão em cativeiro. Conheça os principais tipos de caviar:

Beluga: obtidos do esturjão, são os maiores e sua cor escura vai do cinza-escuro ao preto. Mas, quanto mais clara for, mais valiosa é a ova.

Osetra: a cor vai do marrom até um tom levemente dourado. Têm uma textura levemente mais firme que as ovas de beluga e custam um pouco menos.

Sevruga: entre os caviares, é o menor de todos. De textura macia, custa a metade do preço do caviar obtido do beluga.

Ovas de mujol
Conhecidas como caviar espanhol pela sua semelhança com as do esturjão, são muito mais escuras e o sabor é menos delicado. Com elas se prepara a poutargue, uma especialidade provençal que são as ovas de mujol prensadas e desidratadas. A poutargue é usada para finalizar preparações, ralando a ova seca diretamente nos pratos. Já as ovas de mujol são indicadas para finalizar preparações ou servir com torradas. São encontradas na Tunísia, Grécia, Itália (Sicília) e Mauritânia.

Ovas de peixe-voador
Conhecidas como tobiko na culinária japonesa, as ovas do peixe-voador são bem pequenas, de textura levemente firme e de sabor agradável. As mais comuns são de cor amarelada, mas podem ser encontradas comercialmente nas cores vermelha e negra. São muito usadas na cozinha japonesa para rechear sushis e para finalizar preparações. São originárias da Islândia.

Ovas de salmão
Encontradas na Noruega, Alasca, Rússia, Canadá, Dinamarca e França, são conhecidas como caviar de salmão. As pérolas redondas de cor alaranjada têm um forte e agradável aroma e são apreciadas em todo o mundo. São elaboradas a partir das ovas curadas em sal e as mais valorizadas são as obtidas do salmão selvagem do Alasca. Adequadas para finalizar pratos preparados com peixes e frutos do mar, combinam com creme azedo. O método básico para o preparo é a lavagem das ovas em salmoura, a extração dos ovos e a eliminação das peles e das veias. Por fim as ovas são curadas em sal.

Ovas de tainha
Um produto facilmente encontrado na costa catarinense, as ovas de tainha depois de processadas artesanalmente ganham sofisticação e se transformam numa iguaria fina, conhecida no mundo da gastronomia como bottarga. Na realidade, o termo bottarga é uma denominação protegida da região da Sicília. Trata-se de um produto de Denominação de Origem. As ovas de tainha são encontradas também na costa do Mediterrâneo, em especial na Itália e na Grécia, locais onde são curadas em temperatura ambiente durante o verão, que chega a mais de 40ºC. Na mesma época no Brasil estamos no inverno e as tainhas de Santa Catarina estão sob temperaturas bem mais baixas. Por essa razão, a cura precisa ser feita em estufas. Depois de limpas, as ovas de tainha são salgadas, prensadas e depois são secas lentamente em estufas. Por fim são revestidas com cera de abelha, o que mantém a umidade necessária e protege de contaminação. Podem ser armazenadas por até dois anos em geladeira. A bottarga tem gosto picante e bem marcante. Portanto, seu uso deve ser bem dosado. Experimente combiná-las com massas e pratos preparados à base de ovos.

Risoto de Menta com Pargo e Ovas de Voador
Preparo: 1 hora e 10 min – Rendimento: 4 porções

INGREDIENTES
6 pedaços médios de filé de pargo com pele
1/2 cebola média ralada
5 colheres (sopa) de azeite de oliva
1 xícara (chá) de arroz carnaroli ou arbóreo
folhas de 1 maço de menta ou hortelã
5 colheres (sopa) de manteiga
sal e pimenta-do-reino branca moída na hora gosto
ovas de voador

1. Tempere o peixe com o sal e a pimenta-do-reino e reserve.
2. Coloque numa panela 3 xícaras (chá) de água e leve para ferver. Em outra panela, refogue a cebola em 3 colheres (sopa) de azeite. Junte o arroz sem lavar e refogue, mexendo rapidamente e sem parar, por 4 minutos.
3. Adicione 1/2 xícara (chá) da água fervente e deixe cozinhar, mexendo sem parar, raspando o fundo e as laterais da panela, até não ter mais líquido na panela. Repita a mesma operação até o arroz ficar “al dente”. Comece a provar o arroz depois de 15 minutos de cozimento. Nesse momento, tempere com o sal. O risoto estará pronto quando o grão ficar macio, mas firme.
4. Numa pequena frigideira, coloque a menta e a manteiga. Leve ao fogo bem baixo até a menta murchar. Despeje a metade da mistura na panela do risoto, mexa, retire do fogo e tampe a panela. Deixe descansar por 3 minutos.
5. Numa frigideira, aqueça o azeite restante e, aos poucos, disponha os filés de pargo com a pele voltada para baixo e frite (apertando a superfície com uma espátula) por 1 a 2 minutos (dependendo da espessura do filé). Vire de lado e deixe por mais 30 segundos. Retire do fogo e sirva com o risoto e as ovas de voador. Regue com a mistura de manteiga e mente restante.

Torradas com Creme de Lima-da-pérsia e Ovas de Salmão
Preparo: 5 minutos + o tempo de geladeira
Rendimento: 4 porções

INGREDIENTES
1 caixinha (200 g) de creme de leite
2 colheres (chá) de suco de lima-dapérsia
1 colher (sopa) de suco de limão
1 colher (sopa) de raspas de casca de lima-da-pérsia
1 colher (chá) de sal de aipo
3 colheres (sopa) de ovas de salmão
torradas, azeite de oliva extravirgem para acompanhar

1. Coloque o creme de leite numa tigela e bata com um batedor manual por 1 minuto. Acrescente, aos poucos e sem parar de bater, os sucos de lima-da-pérsia e de limão, até encorpar um pouco. Misture as raspas de casca de lima-da-pérsia e o sal de aipo. Leve à geladeira por 1 hora.
2. Sirva com as torradas e as ovas de salmão. Regue com o azeite de oliva e decore com endro ou cerefólio.




Comentários


Avaliação:
Sites da Capital - Portal de Receitas [url=http://www.teabagwashington.com/]replica handbags[/url] replica handbags


Avaliação:
Sites da Capital - Portal de Receitas designer handbags for less


Avaliação:
Sites da Capital - Portal de Receitas michael kors factory outlet


Avaliação:
Sites da Capital - Portal de Receitas cheap ray bans


Avaliação:
Sites da Capital - Portal de Receitas nike free run sale


Avaliação:
Sites da Capital - Portal de Receitas ray ban outlet


Avaliação:
Sites da Capital - Portal de Receitas fake oakleys free shipping


Avaliação:
Sites da Capital - Portal de Receitas tiffany outlet


Avaliação:
Sites da Capital - Portal de Receitas cheap air jordans from china with paypal


Avaliação:
Sites da Capital - Portal de Receitas cheap beats by dre outlet online

Vote nesta receita:

Deixe seu Comentário: 859

Você precisa ser um usuário cadastrado no site para votar e comentar.
Entre com seu e-mail e senha abaixo:

Login
E-mail:
Senha:
 
Esqueceu a senha? Clique aqui
ou
Clique aqui para se cadastrar




 

 


Receba nossas receitas em seu e-mail

 

 

   



Copyright  
PoP SiTeS